LIDERANÇA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

que-e-lideranca

O que é liderança? Nascemos líderes, ou podemos nos tornar líderes? Bom essas são perguntas que são feitas constantemente nos locais onde falo sobre liderança e a resposta é sempre a mesma, “DEPENDE”.

Digo isso porque ouço com muita frequência que sim é possível formar um líder, temos várias escolas que se intitulam escolas de líderes, mas essa questão é um pouco delicada, ser líder é muito mais do que saber lidar com pessoas e entende-las, se isso fosse verdade não teríamos uma quantidade enorme de problemas com lideranças nas empresas. No Brasil esse problema é tão grave que já ultrapassou as empresas e já chegou até na política, um local que por definição deveríamos ter lideres natos, “só que não” como diz alguns alunos meus.

lider2

Deixando tudo isso de lado vou me ater à questão da liderança em sua essência e vou me aprofundar um pouco mais, explorando a questão do líder e inteligência emocional.

O líder na essência é aquele que busca através de seus atos e palavras deixar bem claro em qual direção se está indo e porque ir nessa direção de forma que as pessoas que o sigam sejam capazes de ir até o fim com ele sem abandoná-lo.

lider-1

A liderança com inteligência emocional é incontestável, eu diria aqui que a oração de São Francisco de Assis, define o líder com inteligência emocional:

Senhor, fazei-me um instrumento de vossa paz

Onde houver ódio, que eu leve o amor

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão

Onde houver discórdia, que eu leve a união

Onde houver dúvida, que eu leve a fé

Onde houver erro, que eu leve a verdade

Onde houver desespero, que eu leve a esperança

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria

E onde houver trevas, que eu leve a luz

Onde há dúvida, que eu leve a fé

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria

Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz

Ó mestre, que eu não busque tanto

Ser consolado, mas consolar

Ser compreendido, mas compreender

Ser amado, mas amar

Porque é dando que se recebe

É esquecendo que se encontra

E é perdoando que se encontra o perdão

E é morrendo que se ressuscita para a Vida Eterna…

dinamica-para-reflexao

Peço que as pessoas que desejam ou almejam ser lideres melhores, reflitam sobre essa oração, e busquem dentro de si a verdadeira essência de um líder.

Sobre o Autor: Airton Tomaz Pereira é Administrador de empresas, Coach de Inteligência emocional, Analista Comportamental, Escritor, palestrante e professor, atua no ramo da educação já há 16 anos.

Para entrar em contato com o autor: airton@educarpv.com ou tomazconsultor@gmail.com

Airton é Co-autor do livro Estratégia de Vencedores Lançado pela Editora Conquista.Salvar

Anúncios

O PODER DAS ESCOLHAS!!!

Estamos em um mundo cada vez mais competitivo, mais agressivo, mais intolerante e está cada vez mais difícil das pessoas serem elas mesmas, seja porque são manipuladas, seja porque são obrigadas, seja porque são indecisas ou porque acham a situação cômoda e preferem não alterar.

Em todas as situações citadas acima, seja ela qual for, o indivíduo está privado de suas escolhas, digo aqui escolhas consciente, aquelas escolhas que vem de dentro e não escolhas que não nos deixam escolhas, alguém já fez por nós e pensamos que escolhemos sem perceber o quão pernicioso é isso e o quão prejudicial é esse tipo de ação inútil.

Pesquisas mostram que alguns problemas psicológicos estão relacionados às escolhas que fazemos ao longo da vida, como resolver ficar em um emprego que não gosta, manter um casamento quando ele já acabou há muito tempo, gastar um valor considerável em algo que não era o que pensava, poderia citar várias outras situações em que podemos tomar decisões erradas e que vão nos causar problemas futuros, mas o foi dito ja serve para ilustrar o que quero dizer.

Fazer uma escolha consciente envolve três pilares, o primeiro é conhecer a si mesmo, esse pilar é importantíssimo para que possamos tomar decisões mais coerentes com nossos valores, com aquilo que motiva e faz progredir, procure se conhecer, busque dentro de você aquilo que o deixa feliz, triste, ansioso, preocupado, busque conhecer seus medos e enfrente-os, posso garantir que  a sensação de ser você mesmo é maravilhosa.

O segundo pilar para que possamos fazer escolhas conscientes envolve como você pensa que os outros te veem, parece meio sem sentido, mas a forma como pensa que outras pessoas lhe veem interfere de forma decisiva nas suas decisões, quando conseguir se conhecer melhor esse segundo pilar não terá muita influência, mas até lá, se veja com os olhos dos outros e tire suas próprias conclusões em relação ao seu comportamento com as pessoas que vive com você.

O terceiro e último pilar é o quanto você está comprometido com a sua história, seja sincero nesse momento, qual vai ser a história que você quer contar para seus filhos e netos. Quando se tem comprometimento com a própria história é possível construir coisas que jamais se imaginaria que se conseguiria.

E o que fazer então para fazermos escolhas mais conscientes, a resposta à essa pergunta está dentro de você, seja autentico, não aceite não como resposta, insista, persista, busque entender questões que estão além do que está sendo dito, busque em você a mudança que deseja ver nos outros e por último seja comprometido.

Gratidão por poder escrever estas palavras e com isso ajudar pessoas a serem mais consciência de suas escolhas.

 

Autor: Airton Tomaz, é Life Coach, analista comportamental e palestrante, autor do ebook: Jesus, o que sua empresa tem a ver com ele, 21 ensinamentos de Jesus para seu negócio, a venda na amazon.com.

Caso tenha gostado deste texto escreva para autor sugerindo outros temas em desenvolvimento pessoal, através do email: airton@educarpv.com.